O menininho

O menininho sentiu a luzinha no olho e esfregou as janelinhas da cara com as duas mãozinhas. Esfregou, esfregou e escorreu uma lagriminha. O menininho foi empurrado por outro menininho que também queria ser transformado em pintura por aquela caixinha de madeira.

O menininho saiu meio tontinho e sentou na cadeirinha, enquanto os outros menininhos e menininhas esperavam em filinha para entrar no livro da escolinha. O menininho pegou a mochilinha e apoiou no ombrinho a alcinha que não estava rasgadinha. O menininho deu um beijinho na professorinha, que viu o sapatinho do menininho desamarrado e deu um lacinho. O menininho falou “obrigadinho” e saiu pela porta da escolinha.

O menininho andou sozinho pela ruazinha, igual tinha feito ontem, e anteontem e ante-ante-ontem. O menininho chutou uma garrafinha no chão, o menininho olhou para um ladinho, depois olhou para o outro antes de atravessar. O menininho queria dar um oizinho para a mocinha da padaria na esquina, mas a lojinha estava fechadinha. O menininho pisou em um monte de papelzinho escrito que estavam caidinhos na calçada. O menininho tentou ler os cartazinhos que também estavam na parede. O menininho até sabia o nome das letrinhas já, mas não sabia entender a historinha que estava escrita ali.

O menininho passou por várias lojinhas, todas fechadinhas, parecia até que já era sábado. Mas o menininho sabia que não era sábado, porque dia de sábado não tem aulinha e o menininho estava voltando da escolinha. O menininho viu um monte de gentinha fazendo festinha bem na frente do trabalho da sua mãezinha. O menininho deu uma corridinha pra pular junto com todas aquelas pessoinhas. O menininho ouviu vários gritinhos e percebeu que não era festinha, era uma confusãozinha, era uma briguinha.

O menininho viu sua mãezinha sendo arrastadinha por um homenzinho com roupinha de policial. O menininho passou por um monte de perninhas para chegar mais perto. O menininho levou um empurrãozinho de um homenzinho com um bastãozinho na mão. O menininho caiu e virou uma pedrinha bem no caminho do policialzinho. O menininho levou uma pisadinha de um cavalinho que levava outro policialzinho. O menininho deu um gritinho. Ninguém ouviu o menininho.

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s