na hora do corre corre

do vamos ver

do despertador que toca

e a gente só vai

nada faz sentido

nem dá tempo pra dar sentido

 

e é por isso que a gente quer

um pote de doce de leite

um pote de doce de leite maior

maior maior

 

e é por isso que a coloca a colher

direto no pote

que lambe até sentir o gelado do metal

que depois coloca a colher de novo

mesmo sabendo que ainda

tem saliva da outra lambida

 

mas é que na hora que o ônibus passa

que a bateria vai acabar

que o sol vai embora

não dá tempo de dizer pelo coração

 

e é por isso que a gente escreve

frases curtas

com mais dor que palavra

sem ponto

 

mas o que a gente queria mesmo

era um banho de banheira junto

queria que o abraço na cama de ontem

durasse até o meio dia de amanhã

ou de depois de amanhã

ou do ano que vem

 

e é por isso que a gente traga o cigarro

depois traga de novo

mesmo sabendo que

a outra fumaça

ainda estava no pulmão

e tosse

 

e depois sorri de você mesmo

com uma pontinha de choro

escondida atrás da bolsinha

de baixo do olho

 

mas é que na pressa

na correria do dia a dia

nem deu tempo

da água escorrer até o final

é que logo antes do relógio apitar

aquela última lágrima

ficou esquecida

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s