Monthly Archives: January 2018

É ruim

É fraco É de doer Nem é poema É piada É porrada É porra Nem sei porque escreve Nem sei como sai Mas sai Jorra Atinge Até tem gente Que finge Que gosta Mas no fundo sabe Que é tudo … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Certas canções que ouço

Às vezes passo por momentos em que não me entendo e numa canção tudo se traduz Escuto O ritmo Repito Melodia Métrica Voz Me entra O ciclo A verdade Esgoto o nota O harpejo O sentimento O sentido Aí soluço … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

É rosa mas é vermelha

É gente mas, nos olhos de outra gente, é bicho É nova mas traz o riso de quem já viveu muito Uma só mas leva em si outras tantas De carne e osso mas gira e dança como se o … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Eu sempre tive esse defeito

De falar na hora de calar e soltar o verbo preso na corrente. De dar abraço a quem me trocou o descaso. De me preocupar com o pouco e negar o muito. De ter o olho junto e os dedos … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment