Author Archives: tataescreve

eu odeio poemas

odeio odeio porque quando olho pra eles olho pra mim olho praquela que acordou no meio da noite enjoada de sentir e precisou vomitar cuspir com palavras o que não cabia mais no peito e nem se encaixava na língua … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

na hora do corre corre do vamos ver do despertador que toca e a gente só vai nada faz sentido nem dá tempo pra dar sentido   e é por isso que a gente quer um pote de doce de … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

O corte

Me cortei Tentando juntar Os cacos do amor Quê você quebrou

Posted in Uncategorized | Leave a comment

(Sobre quem foi)

Quando você se foi Meu medo maior Era nunca mais rimar Mas na poesia do meu peito Pulsam (uni)versos Que rimam por si Em mim

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Com você

Gastei Duas fotos Da minha polaroid Oito poemas E um mês

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Os planetas estão fora de ordem

Sim. Os planetas estão fora de ordem. É sutil, trocaram sem desalinhar. Foi uma nebulosa que me contou. O congresso do universo entrou no caos. O ministério do cometa adverte, não pense na crise, não saia de órbita, só gire. … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Nosso sentimento

Quando o olho abre Percebo a janela Que esqueceu de se fechar A cama bagunçada E a doce surpresa de você ao meu lado   O peito bate no ritmo do relógio O tempo corre lento e intenso Reforçando o … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment